Home»Podcast»Decrépitos 119 – La Garantía Soy Yo!

Decrépitos 119 – La Garantía Soy Yo!

17
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Bom momento, Brasil!! No ar mais um piratesco episódio do podcast menos original do Brasil!!!

Hoje Daniel BayerJoão Carvalho e Saulo Mileti batem um papo saudável e edificante sobre a PIRATARIA e suas maravilhas (tamo brincando viu PF).

Os produtos mais pirateados que todos amam, a explosão do mercado Xing Ling, a bateção de bombeta, o troca-troca de bonecos e uma análise aprofundada dos produtos fajutos mais bem feitos do planeta.

Duração: 1 hora e 11 linhas costuradas no boné.

OUÇA OU BAIXE:

ALTA 96 KBPS ZIP 96 KBPS

IMAGENS COMENTADAS NO FIM DO EPISÓDIO

 

APROVEITE A PROMOÇÃO DAS NOSSAS CAMISETAS!!!

PICPAY

  • Baixe AGORA o PicPay pro seu smartphone e colabore com a gente!! Aceitamos qualquer valor!! Já aproveita e segue nóis la → @decrepitos.

SEJA NOSSO PATRÃO!

SEJA NOSSO PADRIM!

OFERECIMENTO: SAPIENS SOLUTIONS

  • Hospedagem
  • Web Sites
  • Loja Virtual
  • Softwares

 (31) 3110 – 1414 – www.sapiensbh.com.br

CRÍTICAS, PITACOS, OPINIÕES E SUGESTÕES!

Comenta aí no post ou manda um e-mail pra gente: [email protected]

SIGA A GENTE POR AÍ

Post Anterior

BREAKING NEWS: A nossa VACILOLJA voltou!!!

Próximo Post

Vacilo na Área 04 - Libertadores, Rogério Ceni e Fora Mano

11 Comentários

  1. Machisto opressor 2.0
    4 de julho de 2017 at 02:11

    Aê porra, daniel tá vivasso

  2. 4 de julho de 2017 at 09:38

    Ouvindo enquanto me toco na bombeta.

  3. AllabamaMan
    4 de julho de 2017 at 12:13

    https://cdn.awsli.com.br/600×450/8/8223/produto/182328/d94ea26e0e.jpg

    Colicença.
    Recentemente fiz um curso sobre Id. Visual em Branding, um tópico inteiro dedicado a marcas “parasitas”.

  4. Romulo Cesar Maximiano
    4 de julho de 2017 at 13:26

    Realmente é difícil ver o “Joãozinho Fundo” de cara limpa, mas recentemente ele fez um filme muito bom chamado “Black Mass” (2015).

  5. Bruno André
    4 de julho de 2017 at 13:28

    O cavaleiro dos zodíaco de vcs ainda era maneiro rs o meu era aquele da feira de borracha que só mexia os braços e a armadura era pintada neles rs.

    Depois de velho uma vez comprei um MP4 na Uruguaiana que curiosamente não rodava arquivos .mp4 rsrs os videos tinham que ser em .3gp. Fora a caixa generica que tinha instruções em “português”, mas era um português indecifrável rs Como se alguém pegou o texto do manual em chinês e jogou no tradutor do google.

  6. Bruno André
    4 de julho de 2017 at 14:06

    Já estava esquecendo disso kkkkkk Meu filho fez aniversario mês passado e alguém deu esse presente rs

    https://uploads.disquscdn.com/images/dc67247bebb1e3d2179997fc3e46b5b0b00ddb7cca76850ae9075aed7c60cdcf.jpg

  7. Felipe Olih
    4 de julho de 2017 at 17:40
    • Pirilampo
      6 de julho de 2017 at 01:24

      A letra “A” fica assim nessa fonte.

  8. Radoc Lobo
    6 de julho de 2017 at 10:01

    Olá Descriptos. Tudo bom?
    Queria citar aqui dois casos curiosos onde a versão pirata se saiu melhor do que a original.

    O primeiro é o Turbo Game, que é o maior ícone da brasilidade tecnologica.
    Turbo Game era um video game fabricado pela CCE, cujo controle era um controle de megadrive ao contrário (no megadrive parecia uma lua minguante com as pontas para baixo, no turbo game era com as pontas para cima… foda-se a ergonomia) e o videogame rodava jogos de NES (nintendinho) e Master System.
    http://3.bp.blogspot.com/-eHaCzhlOQnQ/VjPgpH5DnkI/AAAAAAAACGQ/fYC-cmHQBhM/s1600/video-game-turbo-game-cce-vg-9000t-943901-MLB20433981192_092015-F.jpg

    O segundo são as bayblades.
    Bayblade foi um anime de ação do começo dos anos 2000 os jogadores competiam em batalhas épicas com piões.
    No anime, os piões eram divididos em 3 partes: base, anel de defesa e a parte de cima, sendo todas encaixaveis. Além do disparador que era padronizado, então não vou descrever.
    A versão oficial do brinquedo (vendida em shopping), época, custava em média R$20 e era toda feita de plástico e parafusada, de modo a, de preferencia, não ser alterada e basicamente só mudava cores e desenhos.
    A versão “alternativa”, que eu comprava na feira, era R$5 e, assim como no desenho, tinham diferentes designs, o anel de defesa do anime foi adaptado para um anel de ferro que dava mais peso e rotação ao brinquedo e eram desmontáveis encaixadas, assim era legal comprar várias, desmontar e montar as próprias. Algumas chegavam a ser todas de metal e ainda com umas pontinhas de ferro para soltar faíscas quando entrassem numa “luta”… provavelmente arrancando a pele do dedo ou da perna de alguma criança, mas isso era parte da diversão.
    https://ae01.alicdn.com/kf/HTB1JgL.LFXXXXa5XXXXq6xXFXXXr/4D-hot-sale-font-b-Beyblade-b-font-Top-de-vendas-font-b-Beyblade-b-font.jpg
    http://www.dhresource.com/0x0s/f2-albu-g2-M00-76-D9-rBVaG1ZYcA6AH-BWAAKCSVVdBH0739.jpg/2pcs-lot-beyblade-metal-fusion-4d-set-beyblade.jpg
    http://www.entertainmentearth.com/images/AUTOIMAGES/HSB9500AAlg.jpg

    Abraços a todos

  9. Aaron Santos
    6 de julho de 2017 at 20:08

    Na casa de minha mãe, mantemos uma coleção volumosa de dvds. Sempre que me encontrava com algum velho amigo dizia “Passa lá em casa, tô com uns box massa duns filmes pra ver lá!”, mal sabia ele do que se tratava o box: https://uploads.disquscdn.com/images/12dabe62adf0fdb2cc57decadaa1df5a69b6fc2483a66c1aa8c1e2c06d6640e1.jpg

  10. 8 de julho de 2017 at 23:21

    Vocês disseram que não iam escolher entre Garantido e Caprichoso para não ofender os ouvintes do Pará mas acabaram ofendendo os amazonenses. Os bois são parte do festival folclórico de Parintins, no Amazonas e não no Pará, e são motivo de muito orgulho na nossa cultura.

    No mais, morri de rir com o episódio lembrando do meu finado Polystation e da coleção de DVDs pornôs pirata que meu marido guardava até outro dia com a desculpa de estar se preparando para o apocalipse da internet hahaha

    Abraços do Canadá!