Home»Podcast»Decrépitos 84 – Da Derrota à Cocolândia

Decrépitos 84 – Da Derrota à Cocolândia

Foi mal, foi mal, foi mal, foi mal, foi m

4
Compartilhamentos
Pinterest Google+

episodio-84

Bom momento, popcastouvintes do Brasil, do mundo e de Pindamonhangaba!! Está no ar mais um episódio do popcast que vacila, falha, vacila de novo, mas tá sempre por aí.

Hoje João Carvalho  e The Brazilian Rafaiel Mordente vão sobreviver e vão pedir desculpas por um vacilo um pouco grande.

Sim! Um episódio sobre nada que acabou virando uma leitura de e-mails gigante, com recomendações, alegria, lágrimas e até música.

OUÇA OU BAIXE:

ALTA 96 KBPS MÉDIA 64 KBPS ZIP 96 KBPS

ARTES DOS FÃOS

COMENTADO NA LEITURA DE E-MAILS

 


SEJA NOSSO PATRÃO!

SEJA NOSSO PADRIM!

 


OFERECIMENTO: SAPIENS SOLUTIONS

  • Hospedagem
  • Web Sites
  • Loja Virtual
  • Softwares

Avenida do Contorno, 2905, Conjunto 405 – Santa Efigênia – Belo Horizonte – MG

 (31) 3236 – 1414 – www.sapiensolutions.com.br


CRÍTICAS, PITACOS, OPINIÕES E SUGESTÕES!

Comenta aí no post ou manda um e-mail pra gente: ouvinte@decrepitos.com

SIGA A GENTE POR AÍ

FEED

Assine o nosso Feed ou adicione o Decrépitos no seu iTunes

Post Anterior

Decrépitos 83 - Muito bom, Recomendo! 6

Próximo Post

Decrépitos 85 - Respondendo Testes da Capricho 2

  • Wesley

    Nem ouvi ainda mas já estão perdoados.

  • rodrigo

    das edições sem edição de Danonel Dayer, esta foi a melhor e mais proxima do trampo dele, mas suspeito que Danonel editou

  • Gabriel Passos

    Viva a todos os envolvidos!!

  • Vinicius Marini

    OIá Decrépitos. Sou Advogado, moro em São Bernardo do Campo – SP e tenho 28 anos. Sou ouvinte novo e ainda estou maratonando regressivamente e ansioso para o Revolushow. Acho incrível o nível que vocês tem com tão pouco tempo de podcast, mas reconheço nisso um sinal de que começaram já com muitas lições dos podcasts mais antigos. Ouço podcasts há uns 4 anos e já fui fã de muitos, que acabei deixando de ouvir por outras razões. Pra mim, como para muitos, é extremamente difícil de comentar ou enviar e-mails, porque geralmente ouço os casts enquanto dirijo ou trabalho. Entretanto, pela minha experiência, especialmente com relação ao PLN, faço algumas considerações:
    1. Pra variar, o bom senso do João é impecável. Concordo com oq falou sobre o crescimento da mídia. Pra mim, é semelhante ao fato de estarmos, gradativamente, nos acostumando a pagar para assistir séries e filmes, como pelo Netflix por exemplo, e parar de fazer downloads piratas.
    2. Em relação ao PLN e outros Podcasts tantos, na minha opinião, o maior defeito é a falta de maturidade dos responsáveis. Explico: Essa segunda geração de podcasts é extremamente avessa a críticas. Sempre dizem que querem feedback e críticas construtivas, mas se a crítica é dizer que alguma coisa está ruim, mal feita, a reação imediata é de chacotar e reclamar do ouvinte “babaca” ou “pau-no-cu”. O PLN passou por N mudanças na formação e nunca se preocuparam de fidelizar os ouvintes e respeitar os antigos. Participantes novos chegavam com seus gritinhos e vozes afetadas durante todo um episódio e não davam direito algum do ouvinte se incomodar de ter que ouvir isso durante 1 hora e meia. Outro podcast, o Papricast por exemplo, recebeu muito mal uma crítica minha sobre o conteúdo e mudanças no formato, fizeram pouco do meu comentário e da minha linguagem, mas apenas algumas edições depois, mudaram praticamente tudo o que eu reclamei, sem qualquer retratação. Explico, antigamente eles tinham o Papricast News, cast semanal de notícias e o papricast, em dias separados. A dado momento, a qualidade do news começou a cair, pelo menos um dos participantes claramente chegava para gravar sem ter informação nenhuma do que estava comentando, chegando ao ponto de lançarem programas no qual questionavam possibilidades que já haviam sido confirmadas ou refutadas oficialmente semanas antes por diversos outros sites, podcasts, etc. Além disso reduziram o tempo e o conteúdo do Papricast e introduziram um quadro de recomendação de produtos para serem comprados, na tentativa de atrair anunciantes. Reclamei desses dois pontos. Fui ignorado. Deixei o grupo no facebook e disse que por essas razões e a queda absurda na qualidade do conteúdo, deixava de ouvir o cast. Fiquei mais de 1 ano sem ouvir até que, alguns meses atrás, por falta de outros casts para ouvir (antes de descobrir o decrépitos), resolvi ver como andava o Papricast. Ouvi que, no programa posterior à minha saída do grupo, comentaram a minha postagem, sem falar meu nome e tiraram sarro da minha linguagem. Entretanto, apenas alguns episódios depois, suspenderam as edições dos news, tiraram o quadro de recomendações e voltaram o formato, o tempo de duração do programa e o conteúdo ao normal. A não ser pelo participante tipicamente mal informado. Ou seja, o maior problema dos podcasters brasileiros, na minha opinião, é achar que porque não ganham um bom dinheiro com isso, ou que fazem “de graça”, não precisam respeitar o público ou ter comprometimento com a qualidade do produto. É achar que crítica construtiva é apenas dar sugestões de coisas novas, mas que reclamar que alguma coisa está simples e fundamentalmente ruim, é “babaquice”. Era pra ser só um comentário, mas vou transformar em e-mail, já que sei que não vai ser lido no programa, mas talvez vocês leiam em off, embora acho que já tenham uma maturidade e compreensão desse tipo de coisa.

    • rodrigo

      olha eu já vi minha lista de feeds de podcast diminuir drasticamente durante os ultimos seis anos que ouço frequente a midia, eram uns 80 brasileiros, hoje uns 13 podcast que ouço regularmente, mas a segunda geração era muito ” se não gostou faz melhor” o que de fato levou muita gente a ter podcast, tinha também a questão da necessidade de feedback, mas sou grato por que esta nova geração é muito mais estruturada, tem bem definido o conceito fora que a maturidade levou a acontecer podcast com temas maduros, o que na época era só cinema/musica/quadrinho/nerd se tornou algo que pode elevar de fato o conhecimento. ( menos os podcast de faculdades, todos são ruins e me levam a lembrar como odeio a academia )

    • Toninho Cardoso

      lembro de ti, tu é bem chato msm. Desculpa até, sem querer ofender

      • Vinicius Marini

        E vc é o famoso?

    • martonsantos

      CARALHO! Eu lembro de vc. O cara das conjecturas não?

      O engraçado da situação foi que você NUNCA havia se manifestado. Nem email, nem inbox, nem carta, nem nada… um dia postou um desabafo no grupo e foi-se embora sem olhar para trás. Dado o acontecido, teu post lá gerou um trend de mais de 1.300 comentários. Bem engraçados, por sinal.

      É óbvio que não citamos teu nome. Primeiro que você deixou bem claro que não era mais ouvinte (mas era mentira, você ouviu o comentário, fez a conexão e ficou puto). E segundo que não seria legal (já que zoamos o acontecido, e não sua mensagem) te expôr por lá.

      Quanto ao conteúdo, e que você ficou sem resposta já que deu o tiro e correu, não mudamos pela sua crítica. Acredite, se fôssemos mudar toda vez que alguém se descontenta com algo NENHUM podcast existiria mais. Fazemos sempre o programa que temos tesão de fazer. Porque não é fácil sentar a bunda na frente do computador e abdicar de tempo com a família para gravar, muito menos as horas intermináveis de edição. Pode acreditar, fazíamos daquele jeito porque gostávamos, quando passou a não nos agradar mais, mudamos novamente.

      A gente não faz programa pra ter X audiência. Não fazemos programa pra ganhar dinheiro. Fazemos porque gostamos, e pra continuar gostando temos que mudar volta e meia (e esse tipo de mudança não acontece de uma hora para outra, quando vc comentou já estava sendo “gestado” a bastante tempo). E pode parecer meio babaca, pode parecer que não nos importamos com a audiência, mas é justamente o contrário. Enquanto fizermos o que temos vontade de fazer, teremos um público que curte o que fazemos. É causa e consequência.

      Enfim, feedback é muito legal. Mas principalmente quando você aceita o diálogo. Gritar e sair correndo não é lá uma atitude muito adulta. Apenas seguimos o tom do maestro.

      Abraço!

      P.S: Galera do Decrépitos, valeu o espaço e desculpem o comentário longo e fora de lugar. Curto vocês PACAS.

  • Felipe Gonçalves

    The Brazilian Rafael the Biter had troubles during a fimosis surgery.
    But now he is well, and he has a bifurcated penis and a bionic testicle.

  • Estão devidamente perdoados.

  • Willian Abraham da Silveira

    Dom Sebastião ainda está vagando na Africa, o Cristo Rei ainda é esperado… Daniel Bayer é anunciado de volta mas não é mostrado… Coincidência? Eu acho que não. Só acredito quando Daniel voltar com suas moedas em marcos alemães e seu contrato assinado com a compra da África, tendo Gugu como garçom pessoal e Fernanda Montenegro em seu encalço como nova conselheira de tão nobre pessoa.

  • Putz, o Daniel voltou… Foi um bom momento, achei que o Decrepitos viraria o melhor popcast da poposfera, mas infelizmente acabou.

  • Felipe

    Olá seres deste planeta, alguém, por obséquio, poderia me passar o nome do livro coreano indicado na leitura de e-mails?
    Não salvei na hora e fiquei de buscar depois, mas agora estou com preguicinha de ouvir de novo e procurar…

    • Felipe

      Achey: Olho de Corvo de Yi Sang

  • CJ

    Os Sofrimentos do Jovem Werther, Vinte mil léguas submarinas e Grande Sertão: Veredas. Agora sim, João! Botou o pau na mesa. Três excelentes indicações, uma boa variedade de assuntos e abordagens, e todas com menos de 2 mil anos de publicação. Só espero que nenhum ouvinte se mate. Já que é para indicar livros, gostaria de também indicar 3. O Sonho de um Homem Ridículo,
    Minha vida (por Odin, leiam Tchekhov) e A Metamorfose, são maravilhosos pontos de partida e chegada. Prepare uma lista especial de indicações para o Mesopocast, com livros introdutórios e filmes sobre civilizações antigas, acho que assim o tema seria melhor aproveitado. Obrigado por não levar a critica para o lado pessoal. Beijos, seu lindo! :3

  • Jessica Torlezi

    Volta Daniel, Volta Pelo Amor do Pai Cícero!

  • Altair Araujo

    por favor fazam um podcast como esse obrigado tchau

    https://youtu.be/rTUdkfAe4Bs?t=5495

  • Altair Araujo