Home»Podcast»Decrépitos 74 – Vacilimpíadas 2016

Decrépitos 74 – Vacilimpíadas 2016

Segura a tocha!!!!!

7
Compartilhamentos
Pinterest Google+

episodio-74

Saudações olímpicas, querido ouvinte olímpico, do podcast mais olímpico, da internet olímpica do Brasil olímpico!! Tá no ar nosso episódio (adivinha…) OLÍMPICO!!!

Hoje Daniel Bayer,  João Carvalho e Rafael Mordente vão colocar seus shortinhos e vão suar muito comentando os primeiros VACILOS DA OLIMPÍADA 2016!

A tocha apagou, a onça morreu, a Luiza caiu, a Austrália quer ir embora, o piloto sumiu e o Galvão continua achando o Neymar lindo!! Haja coração (olímpico!!).

OUÇA OU BAIXE:

ALTA 96 KBPS MÉDIA 64 KBPS ZIP 96 KBPS

Duração: 56 minutos e 42 metros rasos.


OFERECIMENTO: SAPIENS SOLUTIONS

  • Hospedagem
  • Web Sites
  • Loja Virtual
  • Softwares

Avenida do Contorno, 2905, Conjunto 405 – Santa Efigênia – Belo Horizonte – MG

 (31) 3236 – 1414 – www.sapiensolutions.com.br


SEJA NOSSO PATRÃO!

CRÍTICAS, PITACOS, OPINIÕES E SUGESTÕES!

Comenta aí no post ou manda um e-mail pra gente: [email protected]

SIGA A GENTE POR AÍ

FEED

Assine o nosso Feed ou adicione o Decrépitos no seu iTunes

Post Anterior

Decrépitos 73 - Bastidorzão Linguiça 5

Próximo Post

Decrépitos 75 - Comentando Notícias Aleatórias da Semana

19 Comentários

  1. Corredor Ortográfico
    2 de agosto de 2016 at 10:50

    vai rolar bolão pra o número de desgraças nesse mês vaciloso?

  2. Sandro Valentim
    2 de agosto de 2016 at 11:06
  3. Richelly Italo
    2 de agosto de 2016 at 11:44

    Que poesia tocante no início hein.
    Gosto desse podcast que os integrantes não são aqueles sempre felizes, alguns as vezes estão deprimidos e tristes e expressam-se dessa forma nos episódios.
    Aprecio essa naturalidade.

  4. Sandro Valentim
    2 de agosto de 2016 at 12:42

    Eu nunca tive nem dengue, nem zica e nem chikungunya …

  5. Adriane Jrg
    2 de agosto de 2016 at 12:57

    já compartilhei, sem escutar mesmo pq tenho absoluta certeza que é sucesso

  6. Victor Hugo
    2 de agosto de 2016 at 13:40

    Agora quero a abertura olímpica by João

    • Homem-Animal
      4 de agosto de 2016 at 12:02

      DJ Clayton Rasta se tornará o David Guetta brasileiro.

  7. Gabriel Sanchez
    2 de agosto de 2016 at 13:45

    Quem que tá escolhendo as músicas? Porque olha, tá demais! Alt-J, Chromatics. Esperando as próximas.

    • Cleiton Borghi
      3 de agosto de 2016 at 00:34

      Quais musicas, man? Manda os nomes please, curti demais as musicas mas não sei os nomes 🙂 Agradeço desde já!

      • Gabriel Sanchez
        3 de agosto de 2016 at 09:14

        Então, em um dos últimos tocaram Left Hand Free, do alt-J. E nesse tocaram Cherry, do Chromatics.

        • Cleiton Borghi
          9 de agosto de 2016 at 06:28

          Valeu!

  8. fscoparo
    2 de agosto de 2016 at 14:31

    Olimpíadas começa com “o” de orrível. Coincidência? Muito bom o episódio.

  9. Bulmasauro
    2 de agosto de 2016 at 17:50

  10. Bob Balburdia
    2 de agosto de 2016 at 18:08

    Ouvarei.

  11. 2 de agosto de 2016 at 19:41

    Saiu podcast logo no dia que a tocha passou pela minha cidade.
    Coincidência?????? Acho que não! O mais puro vacilo!

  12. Guilherme Brito
    2 de agosto de 2016 at 21:14

    João, administrar os apartamento desocupados do Itamaraty ou a Vila Olímpica?

  13. 2 de agosto de 2016 at 23:26

    O Naldo até seria uma boa escolha para acendedor de pira olímpica, mas acho que é importante isso ser feito por um atleta. Eu proponho o zagueiro Breno do São Paulo, ex-Nuremberg, ex-Bayern de Munique e ex-presidiário. Além de ser um exímio jogador de chutebol, tem muita experiência em acender coisas, especialmente se tiver tomado muito danone antes.

  14. Jefferson Santos
    3 de agosto de 2016 at 19:30

    Depois da propaganda do João sobre o tal clip do major lazer adornado pela belíssima canção de um dos maiores nomes da MPB contemporânea que é Naldo Benny, não pude deixar de conferir. Abri uma aba para o áudio e outra para “Pon De Floor”, play nos dois ao mesmo tempo… e voilá!
    Eu estou me recuperando até agora deste frenesi gargalhante… senti como se estivesse no apogeu de um reteté em culto neopentecostal e me baixasse o espírito do próprio momo – a personificação grega para o sarcasmo – que em visão me disse: “eu reencarnei em alguém naquele vídeo e João, mordente e Daniel são minhas horcruxes”
    sem mais.